Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial > Notícias > Programa Empregatech abre inscrições com 200 vagas para curso gratuito de TI
Início do conteúdo da página

Programa Empregatech abre inscrições com 200 vagas para curso gratuito de TI

  • Publicado: Terça, 26 de Julho de 2022, 14h56
  • Acessos: 372
imagem sem descrição.

Desenvolvido pela Prefeitura de Londrina, programa oferece curso de formação em Java, com aulas e certificação pelo Senac

 

O Programa Empregatech, da Prefeitura de Londrina, recebe inscrições, a partir de hoje (26), de jovens de 17 a 25 anos que queiram aprender sobre Tecnologia da Informação (TI). O curso disponibiliza 200 vagas gratuitas, oferecidas pela Prefeitura, por meio do Instituto de Desenvolvimento de Londrina (Codel), e o Senac. A abertura das inscrições foi anunciada na manhã desta terça-feira (26), quando o prefeito Marcelo Belinati e o presidente da Codel, Bruno Ubiratan, assinaram o Termo de Colaboração que formaliza a contratação do Senac para a realização da iniciativa.

 

A entidade foi selecionada mediante um Edital de Chamamento Público, publicado em maio deste ano. Enquanto a Prefeitura investiu R$ 200 mil para a oferta de 100 vagas, como contrapartida, o Senac entra com mais 100, totalizando 200 bolsistas.

 

A capacitação será totalmente gratuita para o aluno, que aprenderá sobre Java, Javascript, HTML e CSS, além de computação básica e inglês. O objetivo é formar novos profissionais aptos a ingressarem no mercado de trabalho, por isso o conteúdo da formação foi definido com base nas necessidades apontadas por empresas de TI instaladas em Londrina.

 

Para se inscrever, basta atender aos critérios do Empregatech e preencher o formulário eletrônico, que pode ser acessado via QR Code publicado nas redes sociais do Senac e da Prefeitura de Londrina. Além de estar na faixa etária de 17 a 25 anos, é exigido o Ensino Médio completo ou estar cursando o último ano.

 

A expectativa é que os 200 alunos sejam distribuídos em oito turmas, divididas entre o período matutino e vespertino. As aulas serão realizadas de segunda a sexta-feira, totalizando 240 horas (20h/semana), nas unidades Senac do Centro e da Zona Norte.

 

A grade curricular contempla quatro disciplinas (Computação Básica, Inglês Instrumental, FrontEnd e BackEnd), com conteúdos que incluem estrutura e manipulação de dados, estruturas básicas da língua inglesa, lógica da programação, análise de sistemas, segurança da informação, entre outros tópicos. O material didático virtual será repassado aos alunos pelo professor de cada módulo. Ao final da formação, os participantes que cumprirem a carga horária estarão certificados com “Formação em Java”.

 

O prefeito Marcelo Belinati ressaltou que a área de TI em Londrina representa 10% do PIB da cidade e se tornou o novo ciclo do café, pois o município já é referência nacional e internacional na área de tecnologia, que é o futuro do país e do mundo. “É uma área que remunera bem, com média salarial, nas maiores empresas da cidade, de mais de R$ 5 mil. Hoje, há milhares de vagas remanescentes nesta área em Londrina e o que estas  empresas precisam é justamente de qualificação dos profissionais para ocupar estas funções, por isso a importância do Empregatech. Agora disponibilizamos 200 vagas, mas em breve vamos lançar o próximo curso, junto com entidades e instituições, para que possamos qualificar os nossos jovens, a fim de que eles possam ocupar estas oportunidade de emprego na cidade”, enfatizou.

 

O presidente da Codel, Bruno Ubiratan, disse que a expectativa é que os jovens que participarem da formação saiam empregados. “O curso foi formatado com o Ecossistema de Inovação de Londrina, com entidades e com as necessidades das empresas, para que elas possam contratar estes profissionais após a formação. Temos empresas reconhecidas no cenário mundial, nesta área, se instalando em Londrina, e muitas vagas abertas, por isso precisamos, cada vez mais, capacitar as pessoas para que elas possam ocupar estas vagas”, expôs.

 

O diretor de Ciência e Tecnologia da Codel, Roberto Moreira, explicou que há uma grande falta de mão de obra capacitada na área de Tecnologia da Informação e disse que isso ocorre não só no Brasil, mas em vários outros países. “Mapeamos em Londrina, aproximadamente, 3 mil vagas abertas na área de TI no geral, não só em desenvolvimento. O Empregatech foi criado pela Codel, que se reuniu com os sindicatos patronais e o Arranjo Produtivo Local, para construímos um curso de capacitação personalizado, para suprir as vagas abertas na cidade”, citou.

 

Moreira acrescentou que o curso do Empregatech inclui atividades práticas e teóricas, com visitas técnicas às empresas de TI presentes em Londrina. “O objetivo é que as empresas se relacionem constantemente com os alunos. Trata-se de um curso inédito no Brasil, moldado em parceria com o setor e para as vagas em aberto na cidade. Ainda não encontramos nada parecido, com esse foco direto em empregabilidade”, ressaltou.

 

A gerente executiva do Senac, Amanda Marconi, explicou que o curso vai preparar os alunos na área de programação, com linguagem específica solicitada pelas empresas, e inglês. “A capacitação terá duração de cerca de seis meses e é voltada para iniciantes, porque o Empregatech visa que aquela pessoa que tem interesse ou afinidade na área de tecnologia, mas ainda não sabe nada, possa se capacitar. É muito importante que as instituições formadoras dialoguem com as empresas, para entregar aquilo que o mercado esteja desejando, e essa é a nossa proposta”, afirmou.

 

 

  

Texto: Dayane Albuquerque e Juliana Gonçalves

registrado em:
Fim do conteúdo da página