Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial > Notícias > Primeira etapa do Projeto Rua Inteligente da Sergipe será entregue na segunda (27)
Início do conteúdo da página

Primeira etapa do Projeto Rua Inteligente da Sergipe será entregue na segunda (27)

  • Publicado: Segunda, 27 de Setembro de 2021, 08h54
  • Acessos: 163
imagem sem descrição.

Iniciativa traz inovação e tecnologia à via, impactando positivamente o comércio e a qualidade de vida da região

 

Na próxima segunda-feira (27), às 10h, o prefeito Marcelo Belinati fará a entrega da primeira etapa do projeto Rua Inteligente da Sergipe, que trará inovação e tecnologia à via, impactando positivamente o comércio e a qualidade de vida da região, melhorando a segurança, a mobilidade urbana, conectividade e iluminação. A solenidade acontecerá na sede do Museu de Arte de Londrina, na Rua Sergipe, 640.

 

O projeto foi executado por meio de um Acordo de Cooperação Técnica entre a Prefeitura de Londrina, a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) e a Fundação Parque Tecnológico Itaipu (PTI). A iniciativa foi articulada pela deputada federal Luísa Canziani.

 

Na solenidade, além do prefeito, é esperada a presença de diversas autoridades, entre elas do vice-governador do Paraná, Darci Piana; do secretário de Empreendedorismo e Inovação do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), Paulo Alvim; do presidente da ABDI, Igor Calvet; da deputada federal Luísa Canziani; do presidente da Codel, Bruno Ubiratan; do diretor superintendente do Parque Tecnológico Itaipu Brasil (PTI-BR), general Eduardo Garrido; do presidente da Companhia de Tecnologia e Desenvolvimento (CTD), Luciano Kühl; entre outras.

sergipe rua inteligente luminaria VH 3

 

Por meio da ação, a Rua Sergipe – principal rua de varejo de Londrina, que reúne cerca de cerca de 400 lojas comerciais e está localizada no Centro Histórico – recebeu diversas inovações tecnológicas, entre elas cinco luminárias inteligentes com câmeras e wi-fi integrados; software de reconhecimento facial; dois cruzamentos semafóricos com sistemas de inteligência artificial integrados e botoeiras com recursos de acessibilidade; seis câmeras de reconhecimento de placas de veículos; e um centro de comando e controle com videowall.

 

Os dois semáforos estão localizados nos cruzamentos com a Avenida Rio de Janeiro e Avenida São Paulo e as cinco luminárias estão distribuídas ao longo da Rua Sergipe, entre a Rua Minas Gerais e Avenida São Paulo. (Clique aqui para saber a localização exata dos equipamentos). Em uma segunda etapa, o projeto pretende disponibilizar a rede de wi-fi aberta, na Rua Sergipe, que propiciará mais velocidade e conectividade para os frequentadores e empresas localizadas na área.

 

sergipe rua inteligente botao semaforo VH 4

Coordenada pela ABDI, a iniciativa faz parte do Projeto Cidades Inteligentes, que também inclui os municípios de Petrolina (PE) e Foz do Iguaçu (PR). Para executar as ações da Rua Inteligente, o órgão realizará um investimento total de R$ 4,7 milhões, sendo R$ 4,3 milhões da ABDI e R$ 400 mil do Parque Tecnológico. O recurso será investido em três linhas de ações da Agência: a área de Cidades Inteligentes; de Transformação Digital para os Negócios; e de Segurança da Informação, ao longo de três anos de execução.

 

Para o presidente do Instituto de Desenvolvimento de Londrina (Codel), Bruno Ubiratan, o projeto Rua Inteligente fortalece a vocação da cidade como polo tecnológico. “Londrina é uma cidade nova, com grande potencial para a inovação e a modernidade. Nos últimos anos, conquistamos avanços muito importantes como a instalação de grandes empresas, a construção do Tecnocentro e a implantação do ecossistema de inovação. Essa iniciativa vem se somar a essas conquistas e vai contribuir para o desenvolvimento social, econômico e tecnológico”, pontuou.

 

O secretário municipal de Governo, Alex Canziani, enfatizou que, na próxima segunda-feira (27), Londrina se tornará ainda mais inovadora, por meio deste projeto que abrange as melhores tecnologias e servirá como modelo a ser seguido por outras cidades do Paraná e do Brasil. “Londrina foi escolhida pela ABDI para receber este projeto e é mais uma passo que a administração do prefeito Marcelo Belinati dá, no sentido de fazer com que o município seja cada vez mais inovador e busque estar inserido nas melhores práticas executadas no mundo. Tudo isso trará desenvolvimento para os comerciantes locais e, na sequência, nosso objetivo é desenvolver aplicativos e soluções para atender os comerciantes da rua Sergipe e também de outras cidades do país”, disse.

 

sergipe rua inteligente semaforo e luminaria VH 2

O diretor de Ciência e Tecnologia da Codel, Roberto Moreira, contou que o projeto já teve um desdobramento positivo, na questão de segurança, antes mesmo da inauguração. “Tivemos um furto de fio na Rua Sergipe e por causa dos dispositivos instalados lá, conseguimos encontrar o responsável. Esse projeto é inovador e Londrina como modelo nacional na área de tecnologia e inovação”, afirmou.

 

A deputada Luísa Canziani contou que vem trabalhando desde o ano passado para viabilizar o projeto, que vai disseminar a adoção de boas práticas em transformação digital entre as empresas para qualificação do relacionamento com os clientes. “Com esse projeto confirmamos a vocação de Londrina para a inovação e a tecnologia. Além disso, o projeto beneficia toda a população de Londrina, uma vez que vai contribuir para melhoria da mobilidade urbana e da segurança pública”, avaliou.

 

Também apoiam o projeto a Codel; a Companhia de Tecnologia e Desenvolvimento (CTD); a Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU); a Sercomtel Iluminação; a Secretaria Municipal de Governo; a Associação Comercial e Industrial de Londrina (Acil); e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

 

Programa Conecta – Durante a entrega da Rua Inteligente da Sergipe, na segunda-feira (27), a ABDI também vai anunciar a segunda etapa do projeto, o lançamento do Programa Conecta, que reúne tecnologias de cidades inteligentes, maior conectividade, transformação digital dos negócios e segurança cibernética. A rua Sergipe será o primeiro espaço no Brasil a receber o programa, realizado em parceria com a Prefeitura de Londrina e o Parque Tecnológico Itaipu Brasil (PTI-BR).

 

O objetivo é propiciar ao comerciante o benefício da conectividade para, em seguida, ajudá-lo a transformar seus negócios com maior conectividade. O Conecta conta com o apoio institucional de entidades como a Associação Comercial da Rua Sergipe, Codel (Instituto de Desenvolvimento de Londrina), Sercomtel, CTD, Fecomércio e Sebrae.

 

sergipe revitalização V3

Revitalização da Sergipe – Recentemente, a Prefeitura de Londrina realizou a revitalização completa da Rua Sergipe, atendendo a uma antiga reivindicação dos comerciantes, proprietários de imóveis e da população. Foram feitas adequação das calçadas, mobiliário, iluminação ornamental e paisagismo.

 

O município instalou 206 luminárias LED ao longo da via, que somam uma média de 11 luminárias por quadra, pela Sercomtel Iluminação. As benfeitorias foram realizadas em um trecho de 11 quadras da Rua Sergipe, compreendidas entre as avenidas Higienópolis e Jacob Bartolomeu Minatti (Leste-Oeste).

 

Além disso, as calçadas foram padronizadas, com colocação de piso paver, tátil e guias rebaixadas para cadeirantes e pessoas com mobilidade reduzida. A Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização reforçou a sinalização da via e a conservação do mobiliário, incluindo pinturas na rua, no meio-fio e nas floreiras.

 

Foram instalados diversos bancos por quadra, com estrutura de aço e assento em madeira, e com canteiros ajardinados na parte posterior dos bancos que garantirão proteção ao cidadão que estiver sentado em relação à rua. A via também recebeu a instalação de lixeiras, com divisão para material reciclável e para orgânico, floreiras e mudas de árvores. O investimento da Prefeitura foi R$ 1.309.118,74.

 

 

Texto Dayane Albuquerque

registrado em:
Fim do conteúdo da página