Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial > Notícias > Empresa de autopeças Scherer anuncia instalação em Londrina
Início do conteúdo da página

Empresa de autopeças Scherer anuncia instalação em Londrina

  • Publicado: Sexta, 20 de Agosto de 2021, 11h20
  • Acessos: 127
imagem sem descrição.

Revendedora de autopeças comercializa mais de 100 mil itens e deve contratar até 70 profissionais, nos próximos anos, além dos empregados indiretos

 

Na manhã desta quinta-feira (19), o superintendente da empresa catarinense Scherer SA Comércio de Autopeças, Carlos Alberto Scherer, esteve reunido com o secretário do Trabalho, Emprego e Renda, Gustavo Santos, o presidente do Instituto de Desenvolvimento de Londrina (Codel), Bruno Ubiratan, e com o superintendente da Casa Civil do Governo do Paraná, André Martins, para anunciar a vinda de um novo negócio para Londrina. O encontro aconteceu no gabinete do prefeito Marcelo Belinati.

 

A revendedora de autopeças atua com as linhas leve e pesada, agrícola e para motocicletas, em que comercializa mais de 100 mil itens. Ela conta com 21 lojas, espalhadas pelos Estados de Santa Catarina, Rio Grande Sul e Paraná. Neste último, está nos Municípios de Francisco Beltrão, Toledo e Ponta Grossa, e com a construção de novas sedes em Pinhais, Guarapuava e, agora, em Londrina.

 

empresa de autopeças scherer ana paula hedler 4

Atualmente, 1.600 pessoas trabalham para a Scherer Autopeças, mas a expectativa é que, até dezembro deste ano, ela chegue a 2.000 funcionários diretos. Em Londrina, a intenção é que, inicialmente, 35 a 40 pessoas sejam contratadas. Nos próximos três anos, a revendedora estima chegar a 70 funcionários diretos contratados, além dos colaboradores indiretos para os trabalhos de segurança, distribuição de produtos, limpeza e outros. A sede em Londrina deve ficar na Avenida Tiradentes, em frente à Companhia Cacique de Café Solúvel, região oeste.

 

Segundo Scherer, a visita à Prefeitura de Londrina deu-se em função da apresentação da empresa, com fins de dar celeridade à instalação da mesma. “Somos uma empresa parceira e viemos para melhorar o atendimento no ramo de autopeças. Escolhemos Londrina, porque vimos na cidade um potencial econômico muito grande e sabemos que precisamos dar celeridade, junto aos órgãos competentes e oficiais, para que as coisas fluam de acordo com as nossas contratações de funcionários e fornecedores, para que a loja esteja pronta no tempo certo para abrir”, disse o superintendente da empresa.

 

empresa de autopeças scherer ana paula hedler 3

Sobre isso, o secretário de Trabalho, Emprego e Renda, Gustavo Santos, explicou que a Prefeitura de Londrina, por meio de suas secretarias e autarquias, está à disposição para ajudar na instalação desse empresa e de outras. Um exemplo disto é o apoio dado durante todo o processo de seleção dos funcionários, sem custos para as empresas. “Nós fazemos a pré-seleção dos colaboradores, por meio de uma lista com 5 mil nomes de pessoas que procuram uma oportunidade de emprego, além de termos uma condição excepcional de, em um curto espaço de tempo, atender a demanda da empresa de forma gratuita. A vinda de empresas para nossa cidade melhora a arrecadação de ICMS e gera emprego e renda para a cidade”, lembrou Santos.

 

Durante o encontro o presidente da Codel, Bruno Ubiratan, lembrou também do bom momento em que Londrina vem passando. Isso pode ser percebido com a instalação de grandes indústrias e empreendimentos, como é o caso do Centro de Distribuição do Magazine Luiza, da multinacional Tata Consultancy Services (TCS) e da J.Macêdo, além de grande publicações como a classificação do Município entre as “Melhores Cidades para Fazer Negócios 2.0”, produzido anualmente para a revista Exame pela empresa de consultoria e inteligência Urban Systems.

 

empresa de autopeças scherer ana paula hedler 6

“A vinda de novas empresas para nossa cidade é sempre motivo de comemoração, porque significa geração de emprego e renda, desenvolvimento, aumento na arrecadação de ICMS e circulação do dinheiro na economia local. Isso demonstra mais uma vez o bom momento em que Londrina está vivenciando e a nova política de investimentos no Município e em todo o Estado do Paraná, com quem estamos conversando para que a duplicação do trecho Londrina-Curitiba aconteça”, pontuou o presidente da Codel.

 

Segundo o superintendente da Casa Civil do Governo do Paraná, André Martins, a intenção é que o Estado do Paraná torne-se cada vez mais atrativo para a vinda de novas empresas, o que também engloba as tratativas com as instituições responsáveis pela duplicação de Londrina até a capital. “É um sonho que seja duplicada a faixa entre Londrina e Curitiba. Nós torcemos para que isso aconteça, mas não é um esforço apenas do Governo do Paraná e de Londrina, mas de todos os envolvidos. Acreditamos que em breve isso possa acontecer”, disse o chefe de gabinete Moacir Sgarioni participou da reunião.

 

 

Para a imprensa: outras informações podem ser obtidas com o presidente da Codel, Bruno Ubiratan, pelo 3379-2324 ou 98824-6255.

registrado em:
Fim do conteúdo da página