Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial > Notícias > Startups de Londrina podem desenvolver projetos junto à administração municipal
Início do conteúdo da página

Startups de Londrina podem desenvolver projetos junto à administração municipal

  • Publicado: Sexta, 06 de Agosto de 2021, 08h46
  • Acessos: 151
imagem sem descrição.

Por meio de parcerias com a Prefeitura, empresas têm a oportunidade de testar soluções inovadoras, enquanto o Município pode adotar novas tecnologias sem custo

 

Empresas e startups voltadas às áreas de inovação e tecnologia têm a oportunidade de implementar seus projetos na administração municipal, por meio de parcerias estabelecidas com a Prefeitura de Londrina. Através do Edital de Chamamento Público nº 002/2018, o Instituto de Desenvolvimento de Londrina (Codel) recebe propostas dos interessados em viabilizar soluções inovadoras para a cidade. As cooperações técnicas tem duração de doze meses, podendo ser prorrogadas.

 

Desde o início do programa, em 2019, seis parcerias foram realizadas, com soluções para as áreas de gestão técnica do esporte; organização de filas de atendimento; condução de fiscalizações; telemedicina; planejamento de calendários; e otimização de processos de recrutamento.

 

O presidente do Instituto de Desenvolvimento de Londrina, Bruno Ubiratan, frisou que a iniciativa beneficia tanto as empresas, que podem testar seus produtos em larga escala, quanto o Município, que tem a oportunidade de adotar novas tecnologias sem custo. “É um projeto muito importante e alinhado ao grande potencial de Londrina para a área de inovação. Com cerca de 1.800 empresas de tecnologia, nossa cidade tem a maior densidade desse tipo de companhias no Paraná e a décima do Brasil”, disse.

 

De acordo com o diretor de Ciência e Tecnologia da Codel, Roberto Moreira, o programa funciona como um laboratório voltado à inovação. “As startups precisam validar seus negócios, e ao fazerem testes com um grande número de pessoas, podem avaliar como é a recepção da população à solução que estão propondo”, afirmou.

 

Participação – Para fazer suas inscrições, os empreendedores devem comparecer pessoalmente à sede da Codel (R. Adhemar Pereira de Barros, no 1.010, Jardim Bela Suíça) munidos de uma proposta detalhando a solução inovadora e comprovante de CNPJ da empresa. É necessário agendar a visita previamente, por meio do telefone (43) 3379-2300 ou do e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo..

 

Cada proposta deve conter informações minuciosas sobre o projeto, explicando quais são as suas funcionalidades e aplicações. A seleção das iniciativas é realizada por uma comissão, formada por representantes da Codel, do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai). Entre os critérios de avaliação utilizados, estão a consistência e adequação do projeto às atividades do Município; a clareza e pertinência dos objetivos e resultados esperados; e a viabilidade da consecução de metas no tempo fixado.

 

O resultado da análise é publicado no Jornal Oficial do Município, e na página oficial da Codel, no Portal da Prefeitura. Na sequência, os proponentes dos projetos aprovados deverão apresentar os documentos exigidos no edital para que seja firmado o acordo de cooperação.

 

 

Para a imprensa: outras informações podem ser obtidas com o diretor de Ciência e Tecnologia da Codel, Roberto Moreira, pelo telefone (43) 3379-2300.

 

Texto Ulisses Sawczuk

registrado em:
Fim do conteúdo da página