Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial > Notícias > Força-tarefa prepara a Retomada Econômica para Londrina
Início do conteúdo da página

Força-tarefa prepara a Retomada Econômica para Londrina

  • Publicado: Quinta, 10 de Dezembro de 2020, 12h17
  • Acessos: 415
imagem sem descrição.

Contratado pela prefeitura junto ao Sebrae, levantamento fornece informações detalhadas sobre os impactos da Covid-19 na cidade e propõe metas para recuperação econômica

 

Representantes das entidades integrantes do Núcleo de Desenvolvimento Empresarial de Londrina reuniram-se, ontem (8), para apresentação do levantamento que irá direcionar as políticas de auxílio aos setores afetados pela pandemia do novo Coronavírus. Foram debatidas também as propostas iniciais do Plano de Retomada Econômica, contratado pela Prefeitura de Londrina junto ao Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). O prefeito Marcelo Belinati estabeleceu como essencial o expertise das entidades ligadas ao setor produtivo para a alavancagem do apoio estratégico à economia.

 

Segundo o consultor do Sebrae Londrina, Sérgio Ozório, a equipe responsável pela elaboração do Plano de Retomada conduziu, durante os últimos dois meses, três pesquisas que forneceram um panorama detalhado sobre as consequências da Covid-19 para a cidade. “Foram analisadas informações secundárias sobre os indicadores econômicos e os impactos da pandemia para as finanças públicas. Além disso, realizamos, também, uma pesquisa primária com 829 empresas da cidade, que buscou entender como as companhias locais foram afetadas durante os últimos meses”, explicou.

 

plano retomada economia comercio centro calçqadão VH 5

Com base no estudo, foi elaborada uma série de 16 propostas para a recuperação econômica do município, incluindo: fomento do empreendedorismo, com o objetivo de combater o desemprego; incentivo ao fornecimento e compras locais, realizados entre companhias londrinenses, através do modelo B2B (business-to-business); estímulo à participação de micro e pequenas empresas londrinenses nas licitações da Prefeitura, através do programa Compra Londrina; transformação digital dos negócios locais, com vistas à adaptação para contextos de distanciamento social; e modernização dos estabelecimentos do comércio varejista.

 

A partir de janeiro, uma força-tarefa composta pelas entidades integrantes do Núcleo de Desenvolvimento Empresarial iniciará a implementação dessas ações. Grupos de trabalho serão formados para a execução de cada proposta, incluindo, além das instituições integrantes da força-tarefa, outras organizações pertencentes às áreas de atividade contempladas pelo plano.

 

O diretor-presidente do Instituto de Desenvolvimento de Londrina (CODEL), Bruno Ubiratan, ressaltou a importância da colaboração entre entidades públicas e da sociedade civil para a retomada econômica de Londrina. “Através dessa união de forças entre diferentes setores, teremos uma visão global que nos permitirá traçar melhor as estratégias para superar, de maneira mais veloz e eficiente, este momento delicado que enfrentamos”, destacou.

 

Já o gerente da regional norte do Sebrae, Fabrício Bianchi, frisou que o Plano terá como foco tanto ações que já estão sendo realizadas quanto novas iniciativas necessárias ao desenvolvimento da cidade. “Em primeiro lugar, queremos reforçar os bons projetos que já estão acontecendo, expandindo essas iniciativas e dando mais visibilidade a elas. Com base no que foi colocado, vamos discutir, também, políticas futuras relativas a temas essenciais para Londrina. Tudo isso só está sendo possível graças à forte articulação entre os órgãos públicos e as entidades da sociedade civil londrinense, que trabalham de forma integrada e ágil”, disse.

 

plano retomada economia VH 4

 

De acordo com o presidente da Associação Comercial e Industrial de Londrina (ACIL), Fernando Moraes, a principal característica do Plano de Retomada Econômica é a união de diferentes entidades em prol da cidade. “Esse trabalho é resultado da união de todos: Prefeitura, Sebrae, Acil e muitas outras instituições. Isso nos propiciou um diagnóstico preciso da situação. Agora, vamos colocar essas ações em prática, também em conjunto. Isso certamente reverterá em resultados positivos para Londrina”, pontuou.

 

plano retomada economia divulgação 6

Força-tarefa – O Plano de Retomada Econômica é conduzido por uma força-tarefa formada pela Prefeitura de Londrina; Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae Londrina); Associação Comercial e Industrial de Londrina (Acil); Clube de Engenharia e Arquitetura de Londrina (CEAL); Federação das Indústrias do Estado do Paraná (FIEP); Sindicato do Comércio Varejista de Londrina (Sincoval); Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico do Estado do Paraná (Sindimetal); Sindicato da Indústria da Construção Civil do Norte do Paraná (Sinduscon PR Norte); Arranjo Produtivo Local de Tecnologia da Informação (APL de TI) de Londrina; e Sociedade Rural do Paraná (SRP).

  

Para a imprensa: outras informações podem ser obtidas com o consultor do Sebrae Londrina, Sérgio Ozório, pelo telefone (43) 98415-7279.

 

Texto Ulisses Sawczuk

registrado em:
Fim do conteúdo da página