Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial
Início do conteúdo da página

Parques

Publicado: Sexta, 10 de Abril de 2015, 12h26 | Acessos: 2367

Jardim Botânico

O Jardim Botânico de Londrina é uma das mais importantes unidades de pesquisa e conservação de espécies nativas e exóticas no Paraná. Seu espaço é voltado à proteção e cultivo de espécies silvestres raras, ameaçadas de extinção, ou econômica e ecologicamente importantes para a restauração e reabilitação de ecossistemas. São finalidades do Jardim Botânco: realizar intercâmbio científico e cultural com entidades nacionais e estrangeiras; promover a pesquisa, a conservação, a preservação, a educação ambiental e o lazer compatível com a finalidade de difundir o valor multicultural das plantas e sua utilização sustentável; implantar e manter bancos de germoplasma de espécies exóticas e reserva genética de espécies nativas; realizar de forma sistemática e organizada os registros e documentações de plantas.

Foto do Jardim Botânico de Londrina
Foto: Wilson Vieira

Parque Ecológico Dr. Daisaku Ikeda

Logo do Parque Daisaku Ikeda

Parque Municipal criado em 24 de novembro de 1999 e inaugurado em 14 de setembro de 2000. No local funcionou a 2ª hidrelétrica do município, a Usina Três Bocas, implantada em 1943 pela Companhia Paranaense de Energia Elétrica e desativada em 1983. É reconhecido como Unidade de Conservação, pelo Instituto Ambiental do Paraná. Como atrativos possui lago, quiosques, parque infantil, mirante, passarela e área de mata com trilha para passeio, possuindo área total de 51,28 alqueires. Sua denominação é uma homenagem ao líder budista e terceiro presidente da SokaGakkai, entidade budista, sediada no Japão, representada no Brasil pela BSGI, foi parceira da Prefeitura Municipal na implantação dos equipamentos públicos existentes bem como em sua manutenção.    

Parque Estadual Mata dos Godoy

Logo do Parque Estadual Mata dos Godoy

Parque Estadual criado em 05 de junho de 1989, considerado uma das principais áreas de preservação ambiental do Estado e uma das mais ricas reservas genéticas do Sul do País, tendo como atrativos: fauna e flora representativas da floresta tropical e subtropical, área de mata nativa com trilhas para passeio e centro de visitantes. Reconhecido como Unidade de Conservação, pelo Instituto Ambiental do Paraná.
A denominação do Parque homenageia os irmãos Álvaro e Olavo Godoy que adquiriram as terras da Fazenda Santa Helena, para plantio de café em 1923, mas deixando preservados 675.70 hectares de mata nativa, origem da Unidade de Conservação. Por ocasião da assinatura do Decreto de criação do parque, Olavo Godoy foi nomeado pelo governador, Guardião Honorário do Parque. Para Olavo, isto significou a continuação do cuidado e do amor pela mata.

Parque Municipal Arthur Thomas

Logo do Parque Arthur Thomas

O Parque Municipal Arthur Thomas foi criado em 17 de setembro de 1975 com uma área de 85,47 hectares, e aberto à visitação em 10 de dezembro de 1987, tendo como atrativos: a 1ª usina hidrelétrica, que fornecia energia elétrica para Londrina na década de 30, e hoje desativada, lago, lanchonete, uma belíssima queda d'água e uma grande área de mata com trilhas para passeio. Reconhecido como Unidade de Conservação, pelo Instituto Ambiental do Paraná em 1994. Entre vária espécies que habitam o parque podem ser apreciadas principalmente capivaras, quatis e macacos.

Fim do conteúdo da página