Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial > Últimas notícias > Prefeitura cede terreno para Adevilon construir nova sede
Início do conteúdo da página

Prefeitura cede terreno para Adevilon construir nova sede

Área é de propriedade do Município e fica na região sul da cidade; lei que autoriza a concessão foi sancionada nesta quarta-feira (6).

  • Publicado: Quarta, 06 de Maio de 2015, 09h07
  • Acessos: 556

A Prefeitura de Londrina cedeu, em concessão de direito real de uso, um terreno para que a Associação dos Deficientes Visuais de Londrina e Região (Adevilon) possa construir sua nova sede social. A Lei nº 12.268, que autoriza o Executivo a ceder o terreno à entidade, foi sancionada pelo prefeito Alexandre Kireeff na manhã desta quarta-feira (6), em solenidade no gabinete.

O terreno cedido para a Adevilon tem área de 727,58m² e está localizado no Parque Residencial Joaquim Pizza, de propriedade do Município, na região sul da cidade. De acordo com a lei, as obras de construção da nova sede deverão ser iniciadas no prazo máximo de doze meses, contados da data da publicação do documento no Jornal Oficial do Município. A previsão para a conclusão das obras é de 24 meses a partir de seu início.

Durante  solenidade, o prefeito destacou a seriedade e respeito da instituição, que merece ter sua sede própria. “O município tem que colaborar e ser parceiro de instituições como esta. A sanção desta lei é mais uma demonstração do legislativo e do executivo de parceria e comprometimento com esta tão honrada instituição”, afirmou. O prefeito disse, ainda, que o município vai buscar parceria com o governo federal, verificando se há alguma fonte de recursos para viabilizar a construção da sede.

Foto do eventoO Assessor Especial da Pessoa com Deficiência, Almir Escatambulo, disse que parte da nova sede da Adevilon será destinada ao setor administrativo e outra para a realização de conferências, congressos e palestras, entre outros eventos.  “É uma boa notícia para uma entidade que desenvolve um importante trabalho no município, promovendo a defesa de direitos dos deficientes visuais e a realização de políticas públicas voltadas a essas pessoas”, afirmou.

O presidente da Adevilon, Nilton Martins dos Santos, falou sobre a importância da associação ter um local próprio. “A construção da sede é tudo que os deficientes visuais estão esperando. Como não temos sede própria, muitas vezes não  conseguimos executar os projetos, até por falta de espaço. Com nosso próprio espaço nos sentiremos mais em casa e seguros”, salientou.

Entre os presentes na solenidade, estavam os vereadores Tio Douglas, Sandra Graça, Elza Correia e Lenir de Assis; diretores da Adevilon; secretários municipais de Políticas para as Mulheres, Sonia Medeiros, da Fazenda, Paulo Bento, e do Governo, Paulo Arcoverde, entre outras autoridades.

Sobre a Associação - Fundada em 1996, a Adevilon tem como objetivo promover o processo de inclusão social das pessoas com deficiência visual à sociedade.  Também atua oferecendo cursos profissionalizantes e oficinas que visam o desenvolvimento das capacidades dos integrantes. A entidade possui hoje cerca de 200 associados.

 

Fotos: Vivian Honorato

 

registrado em:
Assunto(s): concessão , terreno , adevilon
Fim do conteúdo da página