Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial > Notícias > Prefeito recebe estudante de Betim (MG) que faz pesquisa escolar sobre Londrina
Início do conteúdo da página

Prefeito recebe estudante de Betim (MG) que faz pesquisa escolar sobre Londrina

  • Publicado: Sexta, 22 de Julho de 2022, 08h56
  • Acessos: 88
imagem sem descrição.

Ruan Silva havia enviado uma carta para a Codel, expressando seu interesse pela cidade; visita do aluno, de sua mãe e da professora Cláudia Cardas foi viabilizada em parceria com empresas londrinenses

 

O prefeito de Londrina, Marcelo Belinati, recebeu em seu gabinete, nesta quinta-feira (21), a visita do estudante Ruan Pablo de Carvalho Silva, de Betim, Minas Gerais, acompanhado de sua mãe, Rafaela Aparecida de Carvalho Silva, e da professora Cláudia Cardas.

 

Ruan tem 16 anos e estuda no 1º ano do ensino médio, na Escola Estadual Doutor Orestes Diniz, onde tem aulas de língua portuguesa com a professora Cardas. No mês passado, como parte do projeto escolar “Cartas para o Brasil”, conduzido pela professora, o jovem havia enviado uma carta ao Instituto de Desenvolvimento de Londrina (Codel). A mensagem, que foi entregue em 1º de julho, solicitava materiais de divulgação sobre a cidade, com o objetivo de que o aluno pudesse elaborar uma apresentação sobre o município norte-paranaense para sua turma.

 

Ao ler a carta, a diretora de Turismo da Codel, Roberta Zulin, e o presidente do órgão, Bruno Ubiratan, tiveram a ideia de convidar o estudante para que viesse a Londrina e conhecesse a cidade. Assim, articularam-se com diversas empresas, que viabilizaram a viagem sem custos para o Município e para os visitantes. “Eu fiquei muito emocionada quando recebi a carta, pois me sensibilizei com o pedido do Ruan e admirei a iniciativa da professora de fazer com que as crianças escrevessem cartas, ao invés de simplesmente enviar um e-mail para as cidades. Conseguimos vários parceiros como o Hotel Galli, que cedeu a hospedagem, a Atlas Schindler, que comprou as passagens de ônibus de ida e volta e o restaurante Dá Licença, que forneceu os almoços deles durante a visita. Além disso, os servidores da Secretaria de Saúde fizeram uma vaquinha para ajudar com alguns custos extras. Então, foi um sonho realizado a muitas mãos, e estamos muito felizes por recebê-los aqui em Londrina”, disse Zulin.

 

Após uma viagem de ônibus de 21 horas, os visitantes chegaram a Londrina na última terça-feira (19) de manhã. Ficam na cidade até o início da noite de sexta-feira (22), quando embarcam de volta para Betim. Além de receber diversos materiais informativos sobre Londrina – incluindo folders, mapa e livro – o jovem teve a oportunidade de conhecer diversos pontos da cidade. Tendo sido auxiliados pelos servidores da Codel, os visitantes estiveram no Lago Igapó, Parque Arthur Thomas, Jardim Botânico, Universidade Estadual de Londrina, Museu Histórico e SESC Londrina Cadeião. Também foram ao Estádio do Café, onde assistiram à vitória do Londrina Esporte Clube sobre o Sampaio Corrêa, na última terça (19).

 

O prefeito Marcelo Belinati parabenizou o estudante e a professora Cláudia Cardas pela iniciativa, e afirmou que é um orgulho para Londrina poder receber visitantes que tenham tanto interesse pela cidade. “Isso mostra que Londrina é uma cidade apaixonante e diferenciada, e fico muito feliz ao ver um jovem se interessar a ponto de viajar tão longe para fazer seu trabalho escolar. Além de tudo, tenho certeza de que ele vai divulgar nosso município com entusiasmo para seus colegas e para as demais pessoas de Betim”, frisou.

 

Ruan afirmou que tinha vontade de conhecer Londrina havia muito tempo, pois acompanha o trabalho do Youtuber londrinense Renato Garcia, que divulga a cidade em seus vídeos. “Estou gostando muito da cidade, é muito bonita e cheia de lugares incríveis para visitar. Tive a oportunidade de aprender muita coisa, inclusive sobre a relação de Londrina com o café, que é uma história muito interessante”, disse.

 

Segundo o presidente da Codel, Bruno Ubiratan, a história de Ruan reflete a trajetória de Londrina, marcada por ser uma cidade que atraiu pessoas de muitas partes do Brasil e do mundo. “Como diz o nosso hino, Londrina é uma cidade de braços abertos, então a gente poder recebê-lo e mostrar para ele as belezas da nossa cidade é uma felicidade gigante. É muito importante valorizarmos e tratarmos com carinho todas as pessoas que vêm nos visitar”, salientou.

 

A professora Cláudia Cardas explicou que o objetivo do projeto “Cartas para o Brasil” é resgatar a tradição da escrita manual entre os jovens participantes, assim como despertar seu interesse sobre outras regiões. De acordo com ela, a atividade já é realizada há vários anos, tendo sido inclusive premiada pelo Sesc.

 

“Tivemos várias edições, incluindo uma época em que os alunos se correspondiam com outros municípios de Minas Gerais, uma fase em que a comunicação era com cidades de Portugal e, agora, nosso foco é em municípios de todo o Brasil. Em todos esses anos, Londrina foi a primeira cidade a nos convidar para uma visita. Ficamos superfelizes com o convite e estamos adorando. Londrina é uma cidade encantadora, linda e bem estruturada, realmente a Pequena Londres. E o mais importante é que isso vai abrir a mente do Ruan e proporcionar um aprendizado inigualável”, pontuou.

 

A mãe do aluno, Rafaela Aparecida de Carvalho Silva, se disse encantada com Londrina, e contou que o filho já tinha conversado muito com ela sobre a cidade. “Eu já tinha visto Londrina por fotos, mas pessoalmente a cidade é maravilhosa, aconchegante e acolhedora. Adorei os museus daqui, o Sesc Cadeião, os pedalinhos do lago e todos os outros lugares por onde passamos”, afirmou.

 

Para a imprensa: Outras informações podem ser obtidas com a diretora de Turismo da Codel, Roberta Zulin, pelo telefone (43) 99917-9438.

registrado em:
Fim do conteúdo da página