Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial > Notícias > Município e setor de turismo preparam grande evento para 8 de maio
Início do conteúdo da página

Município e setor de turismo preparam grande evento para 8 de maio

  • Publicado: Terça, 12 de Abril de 2022, 14h39
  • Acessos: 225
imagem sem descrição.

Reunião nesta segunda-feira (11), pela manhã, no auditório da Prefeitura de Londrina serviu para organizar uma verdadeira super festa ao ar livre

 

Um evento de dia inteiro para todas as idades, no Aterro do Lago Igapó, em celebração ao turismo em Londrina. A data escolhida é o próprio 8 de maio, dia institucionalizado no calendário oficial do município em homenagem às atividades, profissionais e empresas ligados a viagens, entretenimento e hospitalidade.  A ideia dos organizadores é chamar a atenção de milhares de pessoas com atrações culturais, shows, esportes, conscientização ambiental e divulgação maciça das oportunidades geradas por esta parcela da indústria criativa.

 

O Visite Londrina Convention, a Governança de Turismo, a Associação dos Meios de Hospedagem e o Núcleo de Organizadores de Evento são os promotores do evento, junto com a Codel (Instituto de Desenvolvimento de Londrina) e várias secretarias e órgãos da prefeitura. Nesta segunda-feira (11) uma reunião costurou a programação, em que se destaca a FEL (Fundação de Esportes de Londrina), que comandará extensa lista de atividades desportivas.

 

De acordo com o presidente da Codel, Bruno Ubiratan, a administração pública apoia o Turismo até por uma ‘questão de inteligência’. “Cada centavo investido no Natal da cidade ou em equipamentos como os letreiros Eu Amo Londrina retornam mais do que quintuplicados aos cofres do Município”, lembra Bruno, para quem investir significa trazer eventos, captar recursos, criar iniciativas e gerar mais empregos e renda.

 

Segundo Herika Galli, presidente do Londrina Convention Bureau, existem mais propostas para o Dia do Turismo a curto prazo. “Queremos experimentar já para o ano que vem uma Feira das Nações, que movimente colégios, faculdades, igrejas e outras entidades com arrecadação de donativos e com pesquisa sobre as nossas raízes ligadas à imigração”, planeja.

 

Roberta Zulin, presidente do Conselho Municipal de Turismo, acredita que os piores momentos da pandemia já se acabaram e que as pessoas, de modo geral, querem agora celebrar a vida ao ar livre. “O crescimento do turismo criativo, cultural, rural, de aventuras e esportivo tem tudo a ver com a nossa cidade. Não temos praia, mas temos riquezas incríveis como nossas matas, parques e fundos de vale, os nossos vários festivais de arte e cultura, os campeonatos de diferentes modalidades, e o turismo de compras, para citar algumas atrações”, afirma.

 

Dia do Turismo – Instituído pelo prefeito Marcelo Belinati através da Lei Municipal nº 13.275, no ano passado, a data concentrou demanda de toda a rede ligada ao segmento na cidade, unindo poder público e setor privado, representados pelo Conselho Municipal de Turismo. O objetivo tem sido buscar o fortalecimento do turismo na região, estimulando o debate sobre construção de agendas e criando um dia simbólico para a realização de atividades culturais, eventos e iniciativas. Ampliar as possibilidades de geração de emprego, renda e tributos a Londrina, trazendo frutos positivos para a economia e, consequentemente, proporcionando mais qualidade de vida à população.

 

Apenas na área de bares e restaurantes, de acordo com levantamento do vereador Matheus Thum, são mais de 20 mil funcionários trabalhando. Londrina foi certificada em 2010 com o Selo A do Mapa Turístico Brasileiro, sendo uma das únicas três cidades paranaenses a alcançar essa categoria, junto com Foz e Curitiba. A cidade tem mais de cinco mil leitos de hotel, uma rede de bares e restaurantes que é referência nacional, eventos culturais e artísticos de grandeza, entre tantas outras iniciativas.

 

 

  

Texto Carla Sehn

registrado em:
Fim do conteúdo da página