Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial > Notícias > Desafio Rota das Catedrais tem mais de 1.200 participantes inscritos
Início do conteúdo da página

Desafio Rota das Catedrais tem mais de 1.200 participantes inscritos

  • Publicado: Segunda, 04 de Abril de 2022, 12h21
  • Acessos: 332
imagem sem descrição.

Evento de ciclismo está em sua quarta edição e irá ocorrer em 21 de maio, a partir das 7h, com saída prevista em frente à Catedral de Londrina

 

 

A quarta edição do desafio “Rota das Catedrais” será realizada no dia 21 de maio e já conta com número recorde de inscritos. No total, 1.250 atletas estão confirmados no evento de ciclismo, que vai possibilitar percurso com trajeto de 120 quilômetros entre Londrina e Maringá. As vagas já estão esgotadas. A Prefeitura de Londrina apoia o evento, por meio do Instituto de Desenvolvimento de Londrina (Codel) e da Fundação de Esportes de Londrina (FEL).

 

O ponto de encontro para a saída do desafio é a Catedral Metropolitana de Londrina, localizada na Travessa Padre Eugênio Herter, 33. A partir das 7h, de 21 de maio, os atletas percorrerão um trajeto que visa chegar na Catedral Basílica Menor Nossa Senhora da Glória, no município de Maringá. Entre os 120 quilômetros de prova, 90 quilômetros serão de estradas rurais e 30 quilômetros em trechos urbanos. A estimativa é que os atletas levem cerca de 10 horas pedalando para completar o percurso.

 

O trajeto contempla sete igrejas, que remetem à colonização no norte do Paraná e segundo o organizador da atividade, Peterson Júlio Oliveira, o percurso é muito atrativo, com desafios, paisagens e fazendas cheias de beleza natural. “A prova sempre foi muito bem aceita, porque entregamos um evento com qualidade que, para as próximas edições, só tem a crescer e contribuir para a economia local”, acredita Oliveira.

 

Além disso, durante todo o trajeto, os organizadores disponibilizam profissionais especializados para atender os participantes. Na chegada, será montada também uma estrutura para receber os atletas e seus familiares, contendo atrativos para as crianças; espaço de bem-estar com massagem, fisioterapia e equipe de enfermagem; espaço gastronômico e tendas de empresas parceiras, que entregarão brindes e amostras de produtos.

 

De acordo com o diretor Instituto de Desenvolvimento de Londrina (Codel), Bruno Ubiratan, eventos como este movimentam a cidade e levam o nome de Londrina para outras regiões do Paraná e do Brasil. “Sabemos que vários amantes do ciclismo, tanto de Londrina quanto de outros estados, vêm participar e levam uma boa impressão da nossa cidade. Isso é muito bem-vindo para nós, da Codel, porque reconhecemos a importância do desafio, que movimenta a economia local, leva o nome de Londrina para quem ainda não conhece a cidade e estimula a prática de atividade física, que é algo saudável para o corpo e para a mente”, disse.

 

Durante a pandemia, nos anos de 2020 e 2021, o desafio foi suspenso. Antes disso, em 2019, o evento contou com 750 participantes. No ano anterior, outras 650 pessoas participaram e, em 2017, foram 450 inscritos. Segundo o organizador da atividade, as inscrições encerraram há cerca de 10 dias, quando foi aberto um lote extra de inscrições, que já se esgotou. Para Oliveira, o aumento no número de inscritos deve-se em parte ao crescimento recente do ciclismo. “Houve uma virada de chave durante a pandemia. Muitos começaram a pedalar, então teve um crescimento grande de ciclistas não só aqui em Londrina e região, mas no mundo inteiro”, contou.

 

O presidente da Fundação de Esportes de Londrina (FEL), Marcelo Oguido, lembrou também que toda prática de exercícios físicos e de esportes recebe o apoio da Prefeitura de Londrina, visto a gama de benefícios que isso traz para os cidadãos. “Nós incentivamos a prática esportiva, porque sabemos os benefícios que o esporte traz para a saúde e para a vida como um todo. Ao praticar exercícios físicos, as pessoas fortalecem os músculos, se movimentam, liberam hormônios importantes para o bem-estar, evitam aquela sensação de cansaço, atuam na manutenção do próprio peso, estimulam a concentração. Além disso, os esportes trabalham com valores importantes, como a cooperação e o respeito ao próximo. Então, receber atividades como a Rota das Catedrais nos traz muita alegria e esperamos que tudo transcorra de forma tranquila”, explicou Oguido.

 

 

Texto: Ana Paula Hedler e Samir Kadri

registrado em:
Fim do conteúdo da página