Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial > Notícias > Prefeitura fortalece pesquisa sobre adesão aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável
Início do conteúdo da página

Prefeitura fortalece pesquisa sobre adesão aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

  • Publicado: Quinta, 31 de Março de 2022, 13h52
  • Acessos: 341
imagem sem descrição.

O Município mobilizará secretarias, órgãos e setores para responderem ao levantamento feito pelo NEP; objetivo da pesquisa é mapear e criar um diagnóstico sobre quem realiza os ODS na cidade

 

Representantes do Núcleo de Estudos para a Paz (NEP) de Londrina, composto por entidades, universidades e associações locais, estiveram reunidos nesta sexta-feira (18), na sede da Prefeitura, com o secretário municipal de Governo, Alex Canziani. No encontro, os integrantes deste grupo, fundado em 2020, pelo Conselho Municipal de Cultura de Paz (Compaz) e pela ONG Londrina Pazeando, pediram apoio no sentido de fortalecer a mobilização de secretarias e órgãos municipais em torno da pesquisa regional de adesão aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS)/Agenda 2030.

 

Este levantamento, iniciado em março de 2022, visa coletar e compilar informações para criar um amplo mapeamento e diagnóstico sobre quem desenvolve ações ligadas aos ODS em Londrina, reconhecendo os agentes praticantes, iniciativas e projetos em curso nesse sentido. As colaborações do público podem ser feitas por meio de formulário on-line, disponível no site do Londrina Pazeando, que estará disponível até o dia 30 de abril.

 

A pesquisa, inédita em Londrina com essa finalidade e formato, é direcionada a qualquer ente que realiza atividades dessa natureza, conforme os 17 objetivos globais da Organização das Nações Unidas (ONU) para o desenvolvimento sustentável, que incluem 169 metas e mais submetas. Assim, podem participar instituições, empresas de todos os portes e segmentos, indústrias, associações, organizações, igrejas, setores do poder público e representantes de entidades da sociedade civil.

 

Nesse contexto, o trabalho busca identificar o grau de adesão das organizações locais e regionais aos ODS, construir indicadores e planejar ações futuras para sua difusão, além de conhecer a importância dos ODS nas estratégias organizacionais. Com o resultado, a intenção é construir indicadores e planejar ações futuras para a difusão e conhecimento da importância dos ODS nas estratégias organizacionais.

 

O secretário municipal de Governo, Alex Canziani, conheceu mais sobre a pesquisa dos ODS/Agenda 2030 e, após dialogar com os integrantes do NEP, reforçou o apoio da Prefeitura de Londrina a esta ação. Ele disse que um trabalho de articulação já está sendo feito internamente para que as secretarias e órgãos municipais se engajem para responder a pesquisa e fornecer as informações necessárias, ampliando a adesão ao levantamento. “Este é um belo trabalho feito pelo NEP, dentro das iniciativas de cultura de paz pelas quais Londrina é amplamente reconhecida. A Prefeitura terá a oportunidade de apontar, dentro de seu vasto leque de atuação, quais as ações ligadas aos ODS são realizadas cotidianamente”, afirmou.

 

Canziani acrescentou que, após o resultado da pesquisa, os dados gerados poderão mostrar caminhos e soluções possíveis de serem aplicadas em políticas públicas municipais. “Este trabalho está alinhado a iniciativas que a Prefeitura já desenvolve, incluindo o desenvolvimento da governança municipal e tantos projetos que agregam aspectos dos ODS. Áreas como saúde, educação e assistência social, como várias outras, podem explorar as informações levantadas pelo NEP para realizar ações em diferentes frentes. Isso tudo é um círculo virtuoso que pode trazer frutos excelentes para a cidade. Só há o que ganhar”, concluiu.

 

Segundo o secretário do Compaz e gestor do Londrina Pazeando, Luis Cláudio Galhardi, é necessário identificar quem pratica e está envolvido com os objetivos de desenvolvimento sustentável em Londrina, pensando nos planos da Agenda 2030 da ONU. “Muitas instituições, empresas e entidades realizam ações de ODS e nem sabem disso, ou não fazem a relação. Pequenas iniciativas e atitudes do dia a dia podem estar dentro destes objetivos, e a pesquisa busca exatamente mostrar quem pratica ODS e quais são essas atividades. Os dados levantados serão tabulados e dispostos de forma segmentada, mostrando quais são os setores e as formas de ações. A partir disso, serão realizados eventos de apresentação para levar as informações ao público, e, posteriormente, preparadas as primeiras ações focadas nos ODS juntamente com parceiros e participantes da pesquisa”, destacou.

 

Galhardi, que atua há 22 anos em trabalhos voltados à cultura de paz, disse que, mais do que alcançar o maior número de pessoas e entidades, este trabalho busca promover a mobilização e reflexão sobre este tema importante. “A essência do projeto é incentivar a interlocução e mobilização entre diferentes setores, conectando os agentes que trabalham e procurando atrair mais pessoas interessadas em ajudar no desenvolvimento sustentável da cidade”, frisou.

 

Por sua vez, a presidente do Compaz, Maria Aparecida Prandini, enfatizou que saber quem são os praticantes dos ODS irá fortalecer os trabalhos das instituições ligadas à cultura de paz. “Londrina é um lugar conhecido nacionalmente pelo significativo trabalho em prol da paz. Gostaríamos que os próprios londrinenses conhecessem melhor o que é feito aqui nesse sentido, para que as ações ganhassem mais visibilidade e valorização. A pesquisa poderá formar uma rede de informações que venha a colaborar para isso”, apontou.

 

Também participaram da reunião de hoje (18), na Prefeitura, Silvia Liberatore (Compaz/Conrep), Márcia Montanelli (Compaz/Sinepe-NPR), Gustavo Marconi (Compaz/Escoteiros do Ar Órion), e Roberta Zulin (Instituto de Desenvolvimento de Londrina – Codel).

 

Sobre os ODS – De acordo com o portal das Nações Unidas no Brasil, os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável são um apelo global à ação para acabar com a pobreza, proteger o meio ambiente e o clima e garantir que as pessoas, em todos os lugares, possam desfrutar de paz e de prosperidade.

 

Além das instituições londrinenses que integram o NEP, a pesquisa sobre os ODS conta ainda com apoio e participação da Fiep/Sesi, do Instituto de Desenvolvimento de Londrina (Codel) e da Associação Comercial e Industrial de Londrina (Acil). O trabalho conta também com envolvimento da Unicesumar Londrina; Secretaria Municipal de Educação (SME); Associação Portal da Luz de Londrina; Nós do Poder Rosa; Faculdade Pitágoras Londrina; Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC) – Campus Londrina; Clube Aventureiros do Amanhecer; BPW Londrina Associação de Mulheres de Negócios e Profissionais; Mitra Arquidiocesana de Londrina; Núcleo de Cultura de Paz e Práticas Restaurativas Nelson Mandela; Instituto de Ensino Superior de Londrina – INESUL; UniFil; e Universidade Federal do Paraná (UFPR).

 

 

Texto Renan Oliveira

registrado em:
Fim do conteúdo da página