Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial > Notícias > Edital de soluções inovadoras da Prefeitura contabiliza sete parcerias com startups
Início do conteúdo da página

Edital de soluções inovadoras da Prefeitura contabiliza sete parcerias com startups

  • Publicado: Segunda, 21 de Fevereiro de 2022, 17h48
  • Acessos: 263
imagem sem descrição.

A Prefeitura de Londrina é uma das poucas do Brasil a contar com este instrumento, que traz ganhos para o poder público, para as empresas e, consequentemente, para a população

 

O edital de soluções inovadoras da Prefeitura de Londrina implantado em 2018, por meio do Instituto de Desenvolvimento de Londrina (Codel), já contabiliza sete parcerias com startups de Londrina. Essas iniciativas trouxeram soluções para o poder público, competitividade no mercado para as startups e soluções para a população. A Prefeitura de Londrina é uma das poucas do Brasil a ter um instrumento que facilita a parceria entre o executivo e as empresas.

 

Voltado às áreas de inovação e tecnologia, o Edital de Chamamento Público nº 002/2018, que permanece aberto de forma permanente, oferece às startups a oportunidade de implementar seus projetos na administração municipal, por meio de convênios estabelecidos com a Prefeitura.

 

O último convênio implantado no município, formalizado no dia 11 de fevereiro, foi com a startup londrinense AtendeDoc, colaboração que também envolve o Hospital Vascular de Londrina, da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR). Por meio da iniciativa, a empresa oferecerá gratuitamente, ao Município, 1.200 agendamentos em seu aplicativo para sessões de tira-dúvidas sobre a vacina contra a Covid-19. Os atendimentos iniciaram na última segunda-feira (14).

 

Por meio da AtendeDoc, os cidadãos que tiverem questões sobre a vacina, adulta e pediátrica, podem baixar a plataforma no celular ou tablet, através do site www.atendedoc.com.br, criar um perfil e marcar um atendimento on-line. As teleorientações são fornecidas pelos estudantes de medicina da PUCPR, sob supervisão dos professores atuantes no Hospital Vascular.

 

O presidente da Codel, Bruno Ubiratan, destacou que o edital de soluções inovadoras da Codel é muito importante porque possibilita às empresas testarem, gratuitamente, as suas soluções dentro do poder público, para depois expandir para o Brasil inteiro. “É algo inovador que estamos fazendo, pois esse edital vem para revolucionar e trazer benefícios tanto para o setor público quanto para o privado”, frisou.

 

Para o diretor de Ciência e Tecnologia da Codel, Roberto Moreira, a iniciativa propicia eficiência ao poder público, novas tecnologias para as secretarias, e fortalece as startups da cidade. “A parceria com a Prefeitura torna as startups mais competitivas para o mercado, traz eficiência para as secretarias e o cidadão ganha com um serviço mais eficiente. É um edital muito importante, por isso ele está sempre aberto, a fim de que possamos ganhar velocidade nestas parcerias entre a Prefeitura e as startups da cidade”, apontou.

 

Outra parceria implementada por meio do edital, e que ainda está em vigor, foi com a startup londrinense Empregor. O acordo de cooperação foi firmado com a Secretaria Municipal do Trabalho, Emprego e Renda (SMTER), em julho de 2021, com o objetivo de ampliar as possibilidades do trabalhador e do empresariado na intermediação de mão de obra.

 

A startup desenvolveu uma plataforma de conexão entre o empresariado e os trabalhadores, possibilitando que, por meio da tecnologia, os candidatos e as empresas tenham mais sucesso no processo de contratação.

 

O candidato que faz o cadastro na Empregor tem acesso a todas as vagas da SMTER. Além disso, a plataforma organiza as informações destes candidatos, que inserem seus dados básicos e respondem algumas questões para um mapeamento de perfil. E, por meio dos requisitos estabelecidos pelo empregador, o sistema de inteligência artificial do programa faz uma triagem, combinando dados como experiência e escolaridade com o perfil comportamental, o que destaca os principais candidatos para cada vaga.

 

“A Empregor é uma ferramenta muito importante para as duas pontas envolvidas no processo de intermediação, entregando um processo mais assertivo para o empresariado e ampliando as oportunidades dos trabalhadores. Com auxílio da tecnologia, aliado a um atendimento humanizado, temos certeza que teremos, cada vez mais, sucesso nas contratações e, consequentemente, mais trabalhadores inseridos no mercado formal e mais empresas buscando a Secretaria para ofertar oportunidades. Dessa forma, construímos um ciclo virtuoso de empregabilidade”, destacou o secretário municipal do Trabalho, Emprego e Renda, Gustavo Santos.

 

As outras cinco parcerias implementadas por meio do edital já foram encerradas, pois o contrato com as empresas é de 12 meses.

 

Como participar – Para aderir ao chamamento, o interessado deve agendar um horário para protocolar sua proposta na Codel, por meio do telefone 3379-2300, ou no e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.. A sede do instituto fica na Avenida Ademar Pereira de Barros, 1.010, Jardim Bela Suíça.

 

Cada proposta deve conter informações sobre o projeto de solução inovadora, explicando em detalhes quais as suas funcionalidades e aplicações, acompanhada do comprovante de inscrição CNPJ. São analisados critérios de consistência e adequação do projeto às atividades do Município; clareza e pertinência dos objetivos, metas e resultados esperados; e factibilidade dos objetivos, metas e atividades no tempo fixado.

 

O resultado da análise é publicado no Jornal Oficial do Município, e na página oficial da Codel, no Portal da Prefeitura. Na sequência, os proponentes dos projetos aprovados deverão apresentar os documentos exigidos em edital para que seja firmado o acordo de cooperação, com a Prefeitura de Londrina. O prazo inicial da cooperação técnica é de doze meses, com possibilidade de prorrogação. O edital completo, que contém todos os detalhes, está disponibilizado na página da Codel, aqui.

 

 

Texto Dayane Albuquerque

registrado em:
Fim do conteúdo da página