Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial > Últimas notícias > Prefeitura formaliza Estação 43 e vai modernizar a Lei de incentivo à indústria
Início do conteúdo da página

Prefeitura formaliza Estação 43 e vai modernizar a Lei de incentivo à indústria

  • Última atualização em Terça, 30 de Maio de 2023, 11h21
  • Acessos: 909
imagem sem descrição.

Estação 43 formaliza instituição responsável pelo ecossistema de Inovação de Londrina; prefeito Marcelo assinou também hoje (29), termo de cooperação para modernização das leis de incentivo a indústria; inovação e do ISS Tecnológico

 

Com a presença do prefeito Marcelo Belinati, foi apresentado na manhã desta segunda-feira (29), o Estação 43, instituição que representa todo o Ecossistema de Inovação de Londrina, formado por 11 Governanças setoriais. A solenidade pela manhã, reuniu diversas autoridades e lideranças empresariais e políticas no saguão de eventos da Prefeitura.

 

O diretor de Ciência e Tecnologia do Instituto de Desenvolvimento de Londrina (Codel), Roberto Moreira, que também será a partir de agora, diretor executivo, explicou porque foi adotado o nome Estação 43. “Estação remete ao passado e ao futuro, que Londrina foi e que ainda será uma estação de conexão e de formação de bons talentos, e 43, é uma referência ao nosso código de área”, explicou.

 

O Estação 43 passa a ser uma governança de alinhamento estratégico geral que projeta uma visão da cidade. Moreira lembrou que lideranças de outros municípios e Estados têm vindo com freqüência conhecer e aprender sobre a evolução do Ecossistema de Inovação de Londrina. “Pessoas de fora vêm pra cá pra entender como diversos setores trabalham juntos em prol da inovação da cidade e esse é o nosso diferencial. Londrina quer ir longe, e por isso, que estamos indo em grupos”, declarou.

 

Em transmissão por vídeo, o diretor de Operações do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), César Ricetti, parabenizou o prefeito pela formalização desse momento que é um movimento crescente do Sebrae num apoio nacional de apoio aos Ecossistemas Locais de Inovação. “A inovação está no cerne das decisões empresariais e da atração de investimento. Constituir o Estação 43 mostra um movimento organizado”, avaliou.

 

Prospectando Londrina como uma cidade referência para o mundo em alguns anos, o presidente da Codel, Alex Canziani, reforçou a relevância das atividades que estão sendo feitas na gestão do prefeito Marcelo Belinati. “O evento é um marco para mostrar o que está acontecendo na cidade, mas o principal, o que vai acontecer nos próximos anos com essa movimentação toda”, avaliou. Canziani ainda comentou que orienta empresários que vão até a Codel, pra que se informem e participem da Governança referente a sua empresa. “Peço pra que façam parte pra alavancar os próprios negócios, gerar mais oportunidade e renda”, disse.

 

O prefeito Marcelo Belinati afirmou que Londrina está num ciclo de desenvolvimento que poucas cidades no Brasil e no mundo estão passando e que o Ecossistema de Inovação tem papel fundamental no desenvolvimento econômico e social. “Onde a gente vai, é comentado sobre o Ecossistema de Inovação e que Londrina está a um passo frente de outras cidades”, afirmou.

 

Os convidados acompanharam a apresentação de três cases de sucesso, startups nasceram no Ecossistema de Inovação de Londrina. Se apresentaram: Eduardo Frezarin da Yazo, Renan Salvador da Trace Pack e Guilherme Eiras da Yuze.

 

Modernização das Leis de incentivos a investimentos

 

Antes de fazer uso da palavra, o prefeito Marcelo Belinati assinou o termo de cooperação para o estudo de melhorias das Leis de Inovação, do ISS Tecnológico e Lei Industrialização de Londrina, juntamente com Alex Canziani e o gerente regional norte do Sebrae PR, Fabrício Bianchi. “Esse documento é de fundamental importância, porque já temos mais de duzentas indústrias na fila para se instalar na Cidade Industrial e nossa Lei de Incentivo a industrialização tem 30 anos e precisamos saber que tipo de incentivo será oferecido a elas e dependemos dessa Lei”, avaliou o prefeito.

 

Com o desenvolvimento de um novo Plano Diretor, o prefeito afirmou que vai transformar a cidade numa Londrina empreendedora e colaborar na vida dos empreendedores. “É facilitar a vida de quem quiser empreender pra que a gente possa potencializar cada vez mais a nossa cidade”, concluiu.

 

O evento contou ainda com a presença da deputada federal, Luísa Canziani e do presidente do Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar), Celso Romero Kloss; o vicre-prefeito, João Mendonça; os vereadores Jairo Tamura, Eduardo Tominaga e Emanoel Gomes, presidente da Câmara; os presidentes da Associação Comercial e Industrial de Londrina (Acil), Angelo Pamplona e da Federação da Associações Comerciais e Empresariais do Estado do Paraná (Faciap), Fernando Moraes, entre outras personalidades.

 

 

Texto David Jônatas

registrado em:
Fim do conteúdo da página