Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial
Início do conteúdo da página

Município inaugura Polo de Saúde de Londrina

  • Publicado: Quinta, 21 de Junho de 2018, 16h09
  • Acessos: 58

 

Objetivo é organizar e realizar ações estratégicas ao impulsionamento da competitividade e o desenvolvimento de novos negócios e empreendimentos inovadores para a área da saúde na cidade

Na manhã desta quinta-feira (21), o presidente do Instituto de Desenvolvimento de Londrina (Codel), Bruno Ubiratan, participou do lançamento do Polo de Saúde de Londrina, que aconteceu na sede do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE), localizado na Avenida Santos Dumont, 1.335, no bairro Aeroporto.

polo.saude.sebrae.foto codel.2O objetivo do polo é organizar e realizar ações estratégicas para o impulsionamento da competitividade e o desenvolvimento de novos negócios e empreendimentos inovadores para a área da saúde em Londrina. Para isso, foi realizado um estudo técnico sobre as potencialidades do município, os desafios que ainda precisam ser enfrentados e as metas e objetivos a serem desenvolvidos nos próximos anos. Além disso, as entidades elencaram 77 ações e fizeram um projeto estruturante para ajudar o polo a ganhar reconhecimento e colocar em práticas as ações prioritárias.

O estudo técnico do Polo teve início no ano passado e foi organizado pela Saúde Londrina União Setorial (Salus), com ajuda do SEBRAE. A Salus é uma governança empresarial voltada para o desenvolvimento da cidade por meio da saúde. Para a execução do projeto foi necessária a participação de mais 100 entidades, entre universidades, hospitais, indústrias, empresas de insumos médicos, associações da sociedade civil, instituições de metal mecânica, tecnologia da informação (TI), sindicatos, e outras. A Codel também participa como articuladora das ações.

“Londrina já é considerada uma referência na prestação de serviços em saúde em nível estadual e nacional. Mas pretendemos estimular as entidades, institutos de pesquisa, ensino e extensão, indústrias a possibilitar o desenvolvimento em cadeia com base na inovação”, disse a gestora do projeto Polo de Saúde pelo Sebrae, Simone Millan.

Para o presidente da Codel, Bruno Ubiratan, a criação de um polo de saúde traz diversos benefícios para a cidade, desde a geração e circulação de riquezas até o investimento em novas tecnologias. Ele explicou que, no ano passado, a área da saúde investiu R$ 1,8 bilhão e com isso o município arrecadou mais R$ 26 milhões somente em ISS. “Essa área gera mais de 16 mil empregos, movimenta muitas empresas e insumos relacionadas ligados à inovação e à tecnologia. Vamos propor uma interação muito maior com o setor público, para a criação de facilitadores e para o crescimento dessas empresas, através de articulações do polo médico, melhoramento de leis e normas, e maior envolvimento da sociedade civil nos debates”, explicou.

polo.saude.sebrae.foto codel.3Ações - Entre as ações realizadas durante o estudo estão o mapeamento de tendências tecnológicas e desafios para o setor da saúde na cidade, estado e no país, levando-se em consideração a complexidade da cadeia e a importância na integração e desenvolvimento de produtos e processos. Por meio dos indicadores das competências científicas, tecnológicas e produtivas obtidos durante a pesquisa, as entidades elaboraram o projeto estruturante que prevê a implantação de políticas públicas para a área, incentivos à inovação e ao empreendedorismo, integração e ampliação no fluxo de tecnologias e aumento da visibilidade do segmento e a realização de encontros, capacitações e fóruns.

Além disso, as entidades prevêm aumento na captação de recursos, de formação de profissionais qualificados e pesquisas acadêmicas. Todas essas ações devem ser colocadas em prática a partir de agora. “A Codel tem contribuído muito conosco, por meio da desburocratização e incentivando que as empresas locais participem das licitações públicas, através do programa Compra Londrina”, finalizou Simone.

As reuniões do grupo são realizadas quinzenalmente e os interessados em acessar a pesquisa completa realizada pelas entidades podem acessar o site https://goo.gl/TVv41f, na página www.salus.com.br.

Participaram do lançamento o presidente da Codel, Bruno Ubiratan, representando o prefeito de Londrina, Marcelo Belinati, o gerente regional do Sebrae, Fabrício Pires Bianchi, o presidente do Grupo Salus, João Claudio Santilli, a coordenadora Nacional de Saúde do Sebrae, Léa Lagares, a gestora do do projeto Polo de Saúde pelo Sebrae, Simone Millan, o deputado Tiago Amaral, e representantes de 22 entidades envolvidos com o projeto.

Fotos: Divulgação - Codel

registrado em:
Fim do conteúdo da página